top of page

O futuro da conectividade: Como o compartilhamento de infraestrutura estão mudando o cenário

Estamos presenciando uma era de transformação, onde tendências disruptivas estão moldando o cenário atual de maneira significativa. O futuro da conectividade e energia estão sendo cada vez mais influenciados por diversas tendências, e duas dessas tendências são o compartilhamento de infraestrutura e o aterramento de cabos e ambos estão impactando significativamente o nosso cenário atual.


Mas, para compreendermos melhor esse futuro compartilhado, precisamos entender o que cada um proporciona.


Compartilhamento de Infraestrutura:


O compartilhamento de infraestrutura nada mais é do que a prática de usar a mesma infraestrutura física para diferentes objetivos, como telecomunicações, energia e até mesmo transporte.


E tudo isso já pode ser visto com seus próprios olhos em projetos de cidades inteligentes, onde uma única rede de cabos de fibra óptica pode ser usada para fornecer serviços de internet, monitoramento de tráfego, iluminação e diversas outras aplicações.


Ao invés de se construir infraestruturas separadas para cada finalidade, essa abordagem busca aproveitar a capacidade excedente de infraestruturas existentes, impulsionando o conceito de torres e postes multifuncionais resultando em uma maior eficiência e redução de custos, isso evita a necessidade da construção várias estruturas separadas, reduzindo o impacto visual.


Compartilhar a infraestrutura reduz os custos de implantação e manutenção, além de simplificar a gestão das redes.


Aterramento de Cabos:


Sobre o aterramento de cabos, ou seja, a instalação de cabos subterrâneos ao invés de aéreos, estão se tornando uma prática mais segura para a gestão de redes de energia e telecomunicação.


O aterramento adequado ajuda a evitar riscos de danos causados por tempestades elétricas evitando incêndios, queda de árvores, falhas de equipamentos e na melhoria da estética em áreas urbanas.


Com a crescente demanda por energia e conectividade, é essencial garantir que os cabos estejam corretamente aterrados. Isso envolve o uso de materiais adequados, técnicas de instalação apropriadas e monitoramento regular para detectar e corrigir quaisquer problemas de aterramento.


Em resumo, o futuro da conectividade e energia estão caminhando para um futuro mais inteligente, sustentável, conectado e energeticamente eficiente.


O compartilhamento de infraestruturas e o aterramento dos cabos estão desempenhando papéis importantíssimos para toda essa transformação. Onde se faz cada vez mais necessário uma gestão neutra onde visa equalizar a ação de todos os operadoras.


Nesse cenário a GLOBALBLUE pode ajudar com as melhores práticas, que inclusive estão cada vez mais permitindo que o desenvolvimento de redes mais robustas e sustentáveis, impulsionando o avanço tecnológico e melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Comments


bottom of page