Conheça as tendências do setor de Telecom


O setor de Telecom continua a estar no epicentro da inovação e crescimento graças às novas tecnologias que surgem no mercado.


De acordo com pesquisa realizada pela Teleco, este setor deve gerar mundialmente até 2025 receita estimada entre US$ 3,3 trilhões e US$ 11,1 trilhões, contribuindo em até 11% do PIB mundial. No Brasil, a estimativa é de crescimento da produtividade em aproximadamente 2% ao longo da próxima década, podendo adicionar cerca de R$ 122 bilhões ao PIB brasileiro até 2025. Isso geraria entre 1,9 milhões e 2,6 milhões novos postos diretos e indiretos de trabalho ou emprego efeito-renda.


Ainda assim, não podemos falar do setor de Telecom sem pontuar que uma conectividade consistente e melhor atendimento ao cliente seguem sendo elementos-chave. Nesse sentido, uma combinação sistemática de mudanças operacionais e tecnológicas ajudará a impulsionar o envolvimento inegável do público nas Telecomunicações. Principalmente após os grandes desafios e mudanças dos últimos 2 anos.


Contudo, é sempre bom estar de olho nas principais tendências para não acabar virando um dinossauro tecnológico. Separamos algumas para você.


Fique de olho nessas 4 tendências do setor de Telecom


Expansão da tecnologia 5G

5G é o padrão de tecnologia de quinta geração para redes móveis e de banda larga. É a última tendência da indústria, embora certamente não a última. Promete menos latência, o que pode melhorar o desempenho das aplicações empresariais, bem como outras experiências digitais. Aqui podemos citar jogos online e videoconferências, por exemplo.


A rede 5G permitirá a interconexão simultânea cada vez maior entre dispositivos. Sendo assim, é esperado uma evolução da chamada Internet das Coisas (IoT). Portanto, será preciso uma infraestrutura adequada de data centers, antenas, cabeamento e backbones de fibra óptica. Isso porque se espera que redes e infraestruturas existentes se multipliquem ainda mais.


NFV e computação em nuvem

A virtualização das funções de rede NFV (Network Functions Virtualization) e a computação em nuvem trabalham juntas em muitos casos. Esta consiste em oferecer serviços pela Internet, enquanto aquela é a ferramenta que a computação em nuvem utiliza para fornecer tais serviços.


Ao escolher novas tecnologias, como nuvem e virtualização, os provedores de serviços de comunicação conseguem reduzir consideravelmente custos e aumentar a agilidade nos negócios. Embora muitas operadoras de Telecomunicações estejam colhendo os benefícios da implantação do NFV, a tendência é que cada vez mais empresas aproveitem essa ótima oportunidade de mercado.


Redes definidas por software

SDN (Rede Definida por Software) é uma abordagem à arquitetura de rede que permite o controle inteligente e centralizado usando aplicativos de software. Sendo assim, permite que as operadoras gerenciem toda a rede de forma consistente, independentemente da tecnologia utilizada. O OpenFlow (OF) é considerado um dos primeiros padrões de SDN. Nesse sentido, especialistas apontam que ambos se tornarão as redes mais seguras, transparentes, flexíveis e funcionais.


Fusão do VoIP com outras tecnologias de voz

A tecnologia VoIP é voltada para as chamadas via internet corporativas. Geralmente, fica atrelado a usos já consolidados e tradicionais como sistemas de telefonia empresarial, call centers, entre outros. Uma vez que não usa o sistema de telefonia convencional, as ligações saem mais baratas, integrando diversos setores da empresa. Por esse motivo, é bastante utilizado nas organizações, já que oferece um excelente custo-benefício.


A ascensão dessa tecnologia vem desde antes da pandemia, porém o crescimento impulsionado pelo isolamento social possibilitou que ela demonstrasse seu potencial em melhorar a comunicação organizacional. Além disso, com o aumento do uso de voz, inclusive por dispositivos e robôs, a funcionalidade do VoIP pode ser utilizada de maneiras bastante diferentes.


Portanto, a fusão com outras tecnologias por voz é algo para se ficar atento. A IBISWorld destaca, por exemplo, os smart speakers, o uso combinado com a Internet das Coisas (IoT) e até mesmo o uso na área de logística, por meio do sistema de seleção de voz.


Conheça a GLOBALBLUE

Diante de tudo que falamos acima, deu para perceber que não dá para vacilar, não é mesmo? E quando o assunto é infraestrutura de redes de Telecomunicações, a GLOBALBLUE é pioneira no mercado e referência na prestação de serviços. Atuamos desde a elaboração de projetos até relatórios gerenciais e controle de acesso, proporcionando expertise e tecnologia de ponta para os nossos clientes. Converse com o nosso time e saiba mais sobre as nossas soluções.